terça-feira, 14 de abril de 2009

Feliz Páscoa e Feliz Vaisakhi

A páscoa foi tranquila por aqui. Em algumas comunidades ovinhos de chocolates eram escondidos nos jardins para que as crianças procurassem. Mas o que me chamou a atenção foi uma outra festa, no sábado.

Fomos a biblioteca perto de casa e estranhamos a quantidade de gente nas ruas mais a frente. Marco foi olhar e voltou me chamando. A comunidade indiana que vive entre as ruas fraiser e a Main com a 49 avenue, estava festejando o Vaisakhi.

Em diversas casas e comércios, os indianos montaram barracas e distribuíam, de graça, comida típica para quem passava. Comida salgada, bolinhos, doces, bebidas... Nós adoramos! Provamos diversas comidas indianas: bem apimentada como é o costume.
Culinária Indiana
Eu já conhecia um pouco da culinária indiana e indico. Não há carne na comida (a religião deles não permite), mas o tempero é tão bom que vc nem sente falta. Experimentando, dá pra saber porque os portugueses iam a Índia para buscar especiarias.

Mas, o mais legal mesmo é observar a alegria do povo indiano. As roupas são lindas com muitas cores e bordados. Mesmo com o frio muitas mulheres foram as ruas tipicamente vestidas.

Eles ainda realizaram uma parada entre as duas ruas. Desfilaram algumas comunidades indianas, escolas, tv's e rádios locais.. tudo com muita cor e música.

Vaisakhi

O Vaisakhi ou Baisakhi é um antigo
festival de colheita que marca o inicio do novo ano solar, o início de novas
colheitas e a fundação do khalsa. Celebra-se no primeiro dia do mês Vaisakh, que corresponde
ao nosso 13 de Abril.

Este festival é um dos feriados mais importantes da comunidade sikh. Os seus significados e tradições variam de região para região.

Há 308 anos atrás, o Guru Gobind Singh, o décimo guru sikh, fundou o khalsa (comunidade sikh). Reza a lenda que um dia, o Guru perguntou no
meio de uma multidão quem é que era capaz de morrer pela sua religião, fé e
causa. Um homem afirmou ser capaz de tal coisa e foi com o Guru para a sua
tenda.

Quando o Guru saiu da tenda tinha a sua espada manchada de sangue e a
multidão que se encontrava cá fora ficou muito receosa. O processo voltou a
repetir-se, mas desta vez entraram três homens na tenda, que tiveram o mesmo
infeliz destino.Por fim, cinco homens corajosos entraram na tenda e pouco depois saíram, na companhia
do guru os cinco, sãos e salvos e deu-se início a uma cerimonia.

Nesta cerimónia, o Guru salpicou-os de água santa com uma espada, que
simbolizava a coragem e a força, e a mulher do Guru salpicou-os com néctar, par
simbolizar que apesar da força e coragem era também necessário haver doçura e
amor. Depois das orações, o Guru nomeou-os de primeiros membros da comunidade khalsa, que defendia
acima de tudo a igualdade humana. Cada um escolheu um símbolo com que se
identificasse, que formaram os “5 Ks”.Para existir maior igualdade e para por fim às
castas sociais, o Guru decidiu que todos teriam o mesmo apelido: os homens
chamariam-se “Singh”
que significa leão, e as mulheres “Kaur” que significa princesa. Esta comunidade
aumentou e agora há muitos mais membros do khalsa.


Costumes e tradições deste festival

  • Os sikhs acordam cedo e vão a orações especiais. Muitas pessoas visitam o Templo Dourado.

  • Nas paradas (ou procissões) à frente vão os cinco amados ou Panj Piaras, que simbolizam a viagem que os cinco devotos fizeram até Anandpur para ser baptizados pelo Guru Gobind Singh.

video

Nenhum comentário:

Postar um comentário

terça-feira, 14 de abril de 2009

Feliz Páscoa e Feliz Vaisakhi

A páscoa foi tranquila por aqui. Em algumas comunidades ovinhos de chocolates eram escondidos nos jardins para que as crianças procurassem. Mas o que me chamou a atenção foi uma outra festa, no sábado.

Fomos a biblioteca perto de casa e estranhamos a quantidade de gente nas ruas mais a frente. Marco foi olhar e voltou me chamando. A comunidade indiana que vive entre as ruas fraiser e a Main com a 49 avenue, estava festejando o Vaisakhi.

Em diversas casas e comércios, os indianos montaram barracas e distribuíam, de graça, comida típica para quem passava. Comida salgada, bolinhos, doces, bebidas... Nós adoramos! Provamos diversas comidas indianas: bem apimentada como é o costume.
Culinária Indiana
Eu já conhecia um pouco da culinária indiana e indico. Não há carne na comida (a religião deles não permite), mas o tempero é tão bom que vc nem sente falta. Experimentando, dá pra saber porque os portugueses iam a Índia para buscar especiarias.

Mas, o mais legal mesmo é observar a alegria do povo indiano. As roupas são lindas com muitas cores e bordados. Mesmo com o frio muitas mulheres foram as ruas tipicamente vestidas.

Eles ainda realizaram uma parada entre as duas ruas. Desfilaram algumas comunidades indianas, escolas, tv's e rádios locais.. tudo com muita cor e música.

Vaisakhi

O Vaisakhi ou Baisakhi é um antigo
festival de colheita que marca o inicio do novo ano solar, o início de novas
colheitas e a fundação do khalsa. Celebra-se no primeiro dia do mês Vaisakh, que corresponde
ao nosso 13 de Abril.

Este festival é um dos feriados mais importantes da comunidade sikh. Os seus significados e tradições variam de região para região.

Há 308 anos atrás, o Guru Gobind Singh, o décimo guru sikh, fundou o khalsa (comunidade sikh). Reza a lenda que um dia, o Guru perguntou no
meio de uma multidão quem é que era capaz de morrer pela sua religião, fé e
causa. Um homem afirmou ser capaz de tal coisa e foi com o Guru para a sua
tenda.

Quando o Guru saiu da tenda tinha a sua espada manchada de sangue e a
multidão que se encontrava cá fora ficou muito receosa. O processo voltou a
repetir-se, mas desta vez entraram três homens na tenda, que tiveram o mesmo
infeliz destino.Por fim, cinco homens corajosos entraram na tenda e pouco depois saíram, na companhia
do guru os cinco, sãos e salvos e deu-se início a uma cerimonia.

Nesta cerimónia, o Guru salpicou-os de água santa com uma espada, que
simbolizava a coragem e a força, e a mulher do Guru salpicou-os com néctar, par
simbolizar que apesar da força e coragem era também necessário haver doçura e
amor. Depois das orações, o Guru nomeou-os de primeiros membros da comunidade khalsa, que defendia
acima de tudo a igualdade humana. Cada um escolheu um símbolo com que se
identificasse, que formaram os “5 Ks”.Para existir maior igualdade e para por fim às
castas sociais, o Guru decidiu que todos teriam o mesmo apelido: os homens
chamariam-se “Singh”
que significa leão, e as mulheres “Kaur” que significa princesa. Esta comunidade
aumentou e agora há muitos mais membros do khalsa.


Costumes e tradições deste festival

  • Os sikhs acordam cedo e vão a orações especiais. Muitas pessoas visitam o Templo Dourado.

  • Nas paradas (ou procissões) à frente vão os cinco amados ou Panj Piaras, que simbolizam a viagem que os cinco devotos fizeram até Anandpur para ser baptizados pelo Guru Gobind Singh.

video

Nenhum comentário:

Postar um comentário